segunda-feira, 17 de abril de 2017

Material impresso do II Seminário "Mãe Luiza lembra o seu passado e pensa o seu futuro"

O material impresso do II Seminário "Mãe Luiza lembra o seu passado e pensa o seu futuro" já está circulando. Quem tiver interesse em divulgar também, pode baixar essas imagens compartilhadas aqui, imprimir ou compartilhar em suas redes sociais.
Vamos contribuir e divulgar o grande debate salutar que acontecerá entre todos de nossa comunidade!
Cartaz


 Folder

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Definidos os locais do II Seminário "Mãe Luiza lembra o seu passado e pensa o seu futuro"


Em mais uma reunião de preparação para o II Seminário "Mãe Luiza lembra seu passado e pensa o seu futuro", nessa última quarta-feira, 05, o Fórum de Entidades de Mãe Luíza definiu os locais onde serão realizadas as discussões na comunidade nos dias 25, 26 e 27 de abril a partir das 19h.

  Lista de Locais a se realizarem as discussões:
  • Ginásio Arena do Morro;
  • Centro Social Padre João Perestrelo;
  • Igreja Batista do Farol;
  • Escola Estadual Professor Selva Capistrano Lopes;
O único local ainda sem definição, é o da região próximo as imediações  da Caixa D'água. Mas em breve saíra no folder de apresentação do Seminário.
Na ocasião estiveram presentes diversos representantes das entidades sociais de Mãe Luiza. Em especial, tivemos a presença dos diretores das escolas Alfredo Pegado, Leonardo Sinedino, e do Dinarte Mariz, Francisco Antonio Pontes e João Nazareno de Paiva. Pelo que percebemos, eles irão contribuir fortemente para o debate sobre a educação na comunidade, seus avanços, dificuldades e desafios.


Diretores do Dinarte Mariz Apresentando planta da possível reforma da escola

sexta-feira, 17 de março de 2017

Desafio Cidade do Sol de Taekwondo

Acontece nesse sábado, 18, a primeira "Copa Cidade do Sol" de Taekwondo a partir das 13h no Ginásio Arena do Morro em Mãe Luiza, Natal/RN. A competição vai reunir campeões de cinco estados: Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. 
O evento é uma organização da Federação Norte-Rigrandense de Taekwondo Olímpico, com o apoio da Liga de Taekwondo e Kukkiwon.


quinta-feira, 16 de março de 2017

Assembleia para Regularização Fundiária do Conjunto Brisa do Mar acontece quinta-feira, 23


Próxima quinta-feira, 23, às 19h, no Arena do Morro, acontece a primeira assembleia na comunidade para o inicio do processo de regularização fundiária do Conjunto Brisa do Mar. Cerca de 60 famílias serão contempladas pelo Projeto Papel Passado, que busca transformar as moradias irregulares em moradias legalizadas. 
O processo ficará a cargo da empresa Start (empresa de pesquisa e consultoria) e a coordenação será da Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe) da Prefeitura do Natal em parceria, também, com algumas lideranças comunitárias. As escrituras sairão a custo zero para as famílias moradoras dos imóveis. 

Projeto Papel Passado 
O Projeto de Regularização Fundiária Papel Passado terá um investimento de R$ 734.424,00 em toda Natal, sendo R$ 703.127,00 da União, via Ministério das Cidades, e R$ 29.296,00 do município, como contrapartida. O montante será aplicado em todo o processo de regularização fundiária, culminando com a entrega das escrituras públicas.
O conjunto com o maior número de beneficiados será o Promorar I, localizado em Felipe Camarão, na zona Oeste, com 494 proprietários favorecidos. Em seguida, temos, ainda na zona Oeste, os conjuntos Bela Vista, no bairro Planalto, com 207 residências; Dinarte Mariz, no Guarapes, com 238; e Promorar, no Bom Pastor, com 20 imóveis.
Na zona Norte, os conjuntos beneficiados são Alto da Torre (Redinha), com 185 imóveis regularizados, e João Paulo II (Pajuçara), com 191 unidades. O conjunto Brisa do Mar, em Mãe Luiza, na zona Leste, terá 60 imóveis regularizados, enquanto que o conjunto Pirangi, localizado no bairro Neópolis, na zona Sul, receberá 309 escrituras ao término do processo.
De acordo com o secretário municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes, Carlson Gomes, o processo de regularização fundiária leva, em média, dois anos para ser concluído, após o cumprimento das etapas, que são o conhecimento da área e a mobilização comunitária, a avaliação da titularidade da área, realização das medições dos imóveis e cadastro socioeconômico dos moradores, elaboração do projeto de Regularização Fundiária e a entrega e registro dos títulos.
“Os benefícios são muitos. Cito a gratuidade do processo, a definição legal de endereço por meio da titularidade dos imóveis, o acesso a financiamento bancário e crédito no comércio, legitimação na sucessão da propriedade e o incentivo à participação social”, ilustrou o gestor.

terça-feira, 7 de março de 2017

Reuniões de preparação para o II Seminário "Mãe Luiza lembra o seu passado e pensa o seu futuro"

Segue o trabalho de mobilização nas diversas entidades do bairro, no intuito de fazer acontecer o II Seminário “Mãe Luiza Lembra o seu passado e pensa o seu futuro”, que ocorrerá de 25 à 28 de abril de 2017. 
Ontem, 06, foi a vez de se reunir com o Conselho Gestor do Ginásio Poliesportivo Arena do Morro e demais grupos participantes do local. Na ocasião é sempre feito um chamamento à participação no seminário que irá discutir projetos estratégicos para o desenvolvimento do bairro de Mãe Luiza.
Nessa terça-feira, 7, será a vez do Centro Desportivo de Mãe Luiza e Aparecida, reunião no local à partir das 19h. Lembrando que estes encontros são para mobilizar, as diversas entidades da comunidade, para a grande reunião de planejamento que estão ocorrendo todas às quintas-feiras, às 19h30, no Centro Sócio-pastoral.

 Conselho e demais grupos em reunião

segunda-feira, 6 de março de 2017

Hidroginástica no Espaço Solidário

Começou nessa segunda-feira, 06, o projeto "Educação para uma vida saudável, através da prática da hidroginástica, um olhar para os idosos da comunidade de Mãe Luiza"  que vai promover duas vezes por semana, nas segundas e sextas-feiras, hidroginástica para os idosos do Centro de Longa Permanência Espaço Solidário.
A ação é fruto de um convênio de 6 meses, firmado via edital, entre o Centro Sócio-pastoral Nossa Senhora da Conceição e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN).

 Professor Gustavo e idosas na hidroginástica



quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Segue construção da Escola de Música de Mãe Luiza

Segue a construção da sede da Escola de Música, projeto do Centro Sócio-pastoral que pretende criar uma banda filarmônica para o bairro de Mãe Luiza. A obra está sendo tocada, desde dezembro de 2016, por cerca de 13 operários da Andares Engenharia e concentrasse agora no isolamento acústico das salas já construídas no térreo e na construção de mais um andar acima da Escola Espaço Livre, local escolhido para construção do anexo.
A previsão é que a obra seja entregue o mais tardar em junho de 2017. A partir daí, as aulas de teoria e prática musical, ministrada pelos professores de música do projeto, que estão ocorrendo no prédio do Centro Sócio-pastoral, passarão para a sede oficial do projeto.