quinta-feira, 16 de março de 2017

Assembleia para Regularização Fundiária do Conjunto Brisa do Mar acontece quinta-feira, 23


Próxima quinta-feira, 23, às 19h, no Arena do Morro, acontece a primeira assembleia na comunidade para o inicio do processo de regularização fundiária do Conjunto Brisa do Mar. Cerca de 60 famílias serão contempladas pelo Projeto Papel Passado, que busca transformar as moradias irregulares em moradias legalizadas. 
O processo ficará a cargo da empresa Start (empresa de pesquisa e consultoria) e a coordenação será da Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe) da Prefeitura do Natal em parceria, também, com algumas lideranças comunitárias. As escrituras sairão a custo zero para as famílias moradoras dos imóveis. 

Projeto Papel Passado 
O Projeto de Regularização Fundiária Papel Passado terá um investimento de R$ 734.424,00 em toda Natal, sendo R$ 703.127,00 da União, via Ministério das Cidades, e R$ 29.296,00 do município, como contrapartida. O montante será aplicado em todo o processo de regularização fundiária, culminando com a entrega das escrituras públicas.
O conjunto com o maior número de beneficiados será o Promorar I, localizado em Felipe Camarão, na zona Oeste, com 494 proprietários favorecidos. Em seguida, temos, ainda na zona Oeste, os conjuntos Bela Vista, no bairro Planalto, com 207 residências; Dinarte Mariz, no Guarapes, com 238; e Promorar, no Bom Pastor, com 20 imóveis.
Na zona Norte, os conjuntos beneficiados são Alto da Torre (Redinha), com 185 imóveis regularizados, e João Paulo II (Pajuçara), com 191 unidades. O conjunto Brisa do Mar, em Mãe Luiza, na zona Leste, terá 60 imóveis regularizados, enquanto que o conjunto Pirangi, localizado no bairro Neópolis, na zona Sul, receberá 309 escrituras ao término do processo.
De acordo com o secretário municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes, Carlson Gomes, o processo de regularização fundiária leva, em média, dois anos para ser concluído, após o cumprimento das etapas, que são o conhecimento da área e a mobilização comunitária, a avaliação da titularidade da área, realização das medições dos imóveis e cadastro socioeconômico dos moradores, elaboração do projeto de Regularização Fundiária e a entrega e registro dos títulos.
“Os benefícios são muitos. Cito a gratuidade do processo, a definição legal de endereço por meio da titularidade dos imóveis, o acesso a financiamento bancário e crédito no comércio, legitimação na sucessão da propriedade e o incentivo à participação social”, ilustrou o gestor.

terça-feira, 7 de março de 2017

Reuniões de preparação para o II Seminário "Mãe Luiza lembra o seu passado e pensa o seu futuro"

Segue o trabalho de mobilização nas diversas entidades do bairro, no intuito de fazer acontecer o II Seminário “Mãe Luiza Lembra o seu passado e pensa o seu futuro”, que ocorrerá de 25 à 28 de abril de 2017. 
Ontem, 06, foi a vez de se reunir com o Conselho Gestor do Ginásio Poliesportivo Arena do Morro e demais grupos participantes do local. Na ocasião é sempre feito um chamamento à participação no seminário que irá discutir projetos estratégicos para o desenvolvimento do bairro de Mãe Luiza.
Nessa terça-feira, 7, será a vez do Centro Desportivo de Mãe Luiza e Aparecida, reunião no local à partir das 19h. Lembrando que estes encontros são para mobilizar, as diversas entidades da comunidade, para a grande reunião de planejamento que estão ocorrendo todas às quintas-feiras, às 19h30, no Centro Sócio-pastoral.

 Conselho e demais grupos em reunião

segunda-feira, 6 de março de 2017

Hidroginástica no Espaço Solidário

Começou nessa segunda-feira, 06, o projeto "Educação para uma vida saudável, através da prática da hidroginástica, um olhar para os idosos da comunidade de Mãe Luiza"  que vai promover duas vezes por semana, nas segundas e sextas-feiras, hidroginástica para os idosos do Centro de Longa Permanência Espaço Solidário.
A ação é fruto de um convênio de 6 meses, firmado via edital, entre o Centro Sócio-pastoral Nossa Senhora da Conceição e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN).

 Professor Gustavo e idosas na hidroginástica



quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Segue construção da Escola de Música de Mãe Luiza

Segue a construção da sede da Escola de Música, projeto do Centro Sócio-pastoral que pretende criar uma banda filarmônica para o bairro de Mãe Luiza. A obra está sendo tocada, desde dezembro de 2016, por cerca de 13 operários da Andares Engenharia e concentrasse agora no isolamento acústico das salas já construídas no térreo e na construção de mais um andar acima da Escola Espaço Livre, local escolhido para construção do anexo.
A previsão é que a obra seja entregue o mais tardar em junho de 2017. A partir daí, as aulas de teoria e prática musical, ministrada pelos professores de música do projeto, que estão ocorrendo no prédio do Centro Sócio-pastoral, passarão para a sede oficial do projeto.






quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

II Seminário "Mãe Luiza lembra o seu passado e pensa o seu futuro"

Os membros do Fórum de Entidades de Mãe Luiza já estão se reunindo para preparar o II Seminário “Mãe Luiza Lembra o seu passado e pensa o seu futuro”, continuação do seminário anterior ocorrido em 2006 no qual a comunidade refletiu sobre projetos estratégicos para o seu desenvolvimento, alguns dos quais realizados, com a ajuda e colaboração de amigos do bairro e a participação da comunidade.  

 Representantes comunitários em reunião
A próxima reunião de  preparação será quinta-feira, 02 de março, às 19h, no Centro Sócio-pastoral Nossa senhora da Conceição. 
Ao longo desses encontros, está sendo acordada a agenda do evento, que ocorre de 25 à 28 de abril. Segue a proposta preliminar de agenda: Terça feira 25/04/2017
  • Documentário com dez minutos de duração sobre a evolução nos últimos dez anos
  • Mãe Luiza, como era e como é: Trabalho e conquistas. Qual o papel do Poder Público e da Comunidade nessa história e para o futuro?
Quarta feira 26/04/2017
  • O desafio de oferecer à juventude a educação formal (200 dias de atividade e professor em sala de aula) e atividades complementares?
Quinta feira 27/04/2017
  • A vida no bairro e propostas para o desenvolvimento econômico, cultural, urbano e humano. Como oferecer atividades em cultura, esporte e lazer à comunidade? O que ainda falta no bairro onde possamos ter uma vida digna?
Sexta feira 28/04/2017
  • O grupo coordenador apresentará uma síntese das discussões em suas linhas principais. A comunidade poderá ainda apresentar propostas.
  • Serão convidados dois debatedores de renome nacional para debate sobre as questões do desenvolvimento, da emancipação e da construção de um mundo melhor para todos.
  • O encerramento será aberto ao público e será divulgado para alcançar os movimentos sociais e comunitários da cidade, das instituições parceiras, arquitetos, jornalistas, etc.
  • Ao término da solenidade uma Carta com as principais propostas saídas do seminário será entregue aos representantes do governo do estado, da prefeitura e legislativos.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Colônia de férias movimenta a criançada no Arena do Morro

Começou nesta segunda-feira, 2, a colônia de férias "Brincando com Esporte". A ação está sendo  realizada pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) em parceria com o Centro Sócio-pastoral no ginásio poliesportivo Arena do Morro em Mãe Luiza.
A colônia de férias está atendendo crianças e jovens de 6 à 17 anos, que moram em Mãe Luiza, Rocas, Passo da Pátria e Cidade Alta.
Hoje, 3, aconteceu uma festiva abertura, confira nas fotos como foi:






terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Jornal Fala Mãe Luiza Impresso - Edição de Novembro/Dezembro de 2016

A edição de Novembro/Dezembro de 2016 já está circulando nos mercadinhos, escolas, igreja, unidade de saúde, no próprio Centro e em outros pontos da comunidade; e mantém a filosofia de trazer luz sobre os assuntos que são de interesse do bairro.  
Quem não é da comunidade, mas tem interesse em ler o boletim, pode acessá-lo em PDF aqui no blog na aba Edições do Fala Mãe Luiza em PDF.    
Se você acha interessante algo e gostaria de ver estampado nas páginas do jornal, pode entrar em contato conosco através dos diversos canais de comunicação: BlogFacebook, ou no e-mail: falamaeluiza@gmail.com.